Sobre mais duas novelas de Lúcio Cardoso | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
17611 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe D'arc - Dark de Dinah Perry e Jorge Garcia
>>> Última semana para prestigiar as exposições de Alex Flemming e Marcius Galan na Fundação Ema Klabin
>>> Casa da Memória Italiana realiza debate sobre fotografia
>>> Letícia Sekito, Cia Tentáculo e Marcos Moraes fazem o último Cartografia do Possível no CRDSP
>>> Duo CasaDois se apresenta no Zé do Hamburger
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
>>> Por que HQ não é literatura?
>>> Precisamos falar sobre Kevin
>>> Entrevista com o poeta mineiro Carlos Ávila
>>> Bitcoin, smart contracts, blockchain, cryptoassets
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Caindo na Real - Você Aproveitou as Oportunidades
>>> Ilustrado
>>> Fascínio cotidiano
>>> O que sei do tempo III
>>> Primeiro ato
>>> Pssica e a Amazônia de Edyr Augusto
>>> UM VENTO ERRANTE
>>> Voamos Juntos
>>> Evolução, revolução e regressão
>>> Medo do futuro?
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rua da passagem
>>> Olhando pela fresta
>>> Fragmentos de um Paulo Francis amoroso
>>> Era uma vez o conto de fadas
>>> Alma Nua
>>> Proposta Decente?
>>> Proposta Decente?
>>> Proposta Decente?
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Sala de aula é o mínimo
Mais Recentes
>>> Essential Grammar In Use - second edition
>>> As Medicinas Tradicionais Sagradas
>>> Espanha - Pequena História das Grandes Nações
>>> O Homem
>>> Teatros Do Corpo - O Psicossoma em Psicanálise
>>> Direito Tributário - Parte Geral
>>> Direito Civio - Contratos
>>> Meu Primeiro Milhão
>>> Lições Práticas de Processo Penal - O Caderninho do Criminalista
>>> Direito Financeiro na Constituição de 1988
>>> Poderosa - Diário de Uma Garota que Tinha o Mundo na Mão
>>> O Diário da Rua
>>> Os Invertebrados: uma Síntese
>>> Carta Aberta aos Gurus da Economia que nos Julgam Imbecis
>>> O Fim do Euro
>>> Gestão de Riscos nos Modelos de Negócios
>>> O Futuro dos empregos
>>> A Economia Irracional
>>> O texto na TV- Manual de Telejornalismo
>>> Conto de escola
>>> O inimigo secreto
>>> A dama das camélias (adaptação de Carlos Heitor Cony)
>>> Santitos- sexo, humor y realismo en una novela mágica
>>> Chopin em Paris - Uma biografia 1ª ed.
>>> Jura?
>>> Fábulas palpitadas
>>> A árvore do Beto
>>> Carta errante, Avó atrapalhada, Menina aniversariante
>>> O gato que virou história
>>> O Senhor Pavão
>>> Quem tem medo de que?
>>> Quem tem medo de cachorro?
>>> O gigante monstruoso do lixo
>>> Chapeuzinhos coloridos
>>> Dois chapéus vermelhinhos
>>> Fábulas de Esopo
>>> O diario escondido da Serafina
>>> Deixa que eu faço! Aprendendo sobre Responsabilidade
>>> GO GIRL! O Clube Secreto
>>> GO GIRL! De volta às Aulas
>>> O Espírito de Liberdade Interpretação Radical do Velho Testamento e de sua Tradição
>>> Andança antologia poética nacional
>>> A Marca do Gado Rótulo da mulher
>>> Pentimento (A História de Júlia)
>>> Ajuste de Contas
>>> Coisas que Toda garota Deve Saber
>>> Jesus Existiu? Através dos Evangelhos podemos chegar a Jesus?
>>> Youth for Human Rights- Ferramentas Únicas que trazem os Direitos Humanos à Vida
>>> 38 Estratégias para Vencer Qualquer Debate: A Arte de ter Razão
>>> O Monge e o Executivo: Uma História sobre a Essência da Liderança
COLUNAS

Quarta-feira, 28/12/2016
Sobre mais duas novelas de Lúcio Cardoso
Cassionei Niches Petry

+ de 1600 Acessos

“Não se lê Lúcio impunemente”, afirma André Seffrin no prefácio à edição conjunta das novelas Mãos vazias e O desconhecido. Lúcio Cardoso é um escritor da angústia, de personagens angustiados e de leitores que se angustiam. Saímos de seus livros nos sentindo condenados por vivermos felizes em mundo em que a miséria humana está sempre presente ou a nossa porta ou dentro mesmo dos nossos lares.

Mãos vazias foi publicada em 1938. Inicia com a espera de uma morte que acaba acontecendo logo nas primeiras páginas e é dolorida por se tratar da morte de uma criança. Luisinho, seis anos de idade, é filho de Ida e Felipe. Ela, até os últimos momentos de vida do menino está ao seu lado, numa dedicação extrema. O pai, por sua vez, apenas demonstra certa tristeza e desespero pelo que acontece. Quando a criança enfim se vai (e escrevo estas linhas num Dia de Finados) devido à tuberculose, Ida demonstra mais tranquilidade, frieza até, tanto que acaba fazendo sexo com o médico do filho logo depois de seu enterro. (Na adaptação cinematográfica da obra, o diretor Luiz Carlos Lacerda realiza a cena na mesma cama onde está, coberto por um lençol, o corpo do menino.) Já Felipe entra em mais desespero ainda, porém, parece, talvez apenas para demonstrar aos outros, principalmente aos vizinhos, seus sentimentos.

É o estopim para que Ida passe a externar seu desprezo pelo marido e deseja se libertar, saindo de casa, não sem antes revelar para o marido que dormiu com o médico. O marido não acredita em princípio, o que a deixa mais indignada com ele, sua falta de atitude, seu conformismo, sua mediocridade. “Queria-o mais ríspido, imaginava proezas que o pobre Felipe nunca chegaria a realizar. Nem sequer seria capaz de compreender o seu pensamento, quando chegasse a descobrir os estranhos desejos que a perturbavam.” É contra o conformismo que a protagonista mais se revolta, como nesse diálogo com sua melhor amiga: “- Ana, é possível que você viva conformada com a sua existência? (...) - Tenho marido. De que mais preciso?”

O desconhecido, de 1940, relata a história de um forasteiro que chega a uma fazenda procurando trabalho. “Batizado” pela proprietária de José Roberto (não ficamos sabendo do seu nome verdadeiro), mesmo nome de um falecido capataz da propriedade, é um estranho numa terra estranha, parafraseando o título de um romance de ficção científica. Pois esse “alien” desestabiliza ainda mais o lugar. A dona, a velha Aurélia, é dominadora e explora seus empregados, inclusive sexualmente. Expulsa a filha da empregada Elisa por ciúmes de sua beleza (“Essa menina é uma negação da minha própria existência.”) e ainda impede a mãe de vê-la. O cocheiro Miguel deixa os cachorros com fome para dominá-los e sente inveja do desconhecido, que pode lhe roubar os privilégios que tem com a velha. Já outro empregado, Paulo, namora às escondidas com a filha de Elisa que está morando em uma igreja próxima e deseja fugir com ela. José Roberto divide com ele a mesma cabana, o ensina a ler e parece ter uma atração homoerótica pelo discípulo, que parece sentir o mesmo, e tudo isso os deixa muito angustiados: “Nesse instante, ambos estavam tão próximos que um sentia no rosto a respiração do outro. E sem saber por que, ambos compreenderam que já não havia entre eles nenhuma hostilidade e que, ao contrário, alguma coisa poderosa como o instinto os tinha unido, como se, colhidos pela engrenagem de um fato misterioso e inesperado, devessem lutar juntos para se libertarem.” A condição sexual do protagonista, ao que parece, é a provável justificativa para ter saído de sua casa para buscar trabalho longe da cidade.

Vale ressaltar que o próprio Lúcio Cardoso vivia essas angústias enquanto escrevia a novela, conforme relatou em seu diário pessoal: “Os sentimentos que então me agitavam, a paixão desnorteada, a falta de caminho – ah, coisas da idade! – enquanto escrevia uma novela (O desconhecido) onde tentei lançar, encoberto, um pouco de tudo o que então me perturbava... e não era aquilo uma simples manifestação de vida, infrene e cega, do meu sangue, tumultuado e forte, manifestando por todos os modos sua vontade de existir e de criar?” Difícil aqui separar autor e personagem. E o leitor, de certa maneira, sofre junto com eles.


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 28/12/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo de Heloisa Pait
02. O humor no divã de Freud de Carina Destempero
03. Imitação da Vida e as barreiras da intolerância de Carla Ceres
04. Estação Esperança de Elisa Andrade Buzzo
05. Perguntas sagradas de Larissa Pontez


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2016
01. Ler para ficar acordado - 18/5/2016
02. O suicídio na literatura - 13/4/2016
03. Proibir ou não proibir? - 10/2/2016
04. De louco todos temos um pouco - 13/1/2016
05. Notas confessionais de um angustiado (V) - 26/10/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS MELHORES CONTOS - IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO
IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO
GLOBAL
(1993)
R$ 10,00



THE AMAZING BOOK IS NOT ON FIRE
DAN HOWELL AND HIL LESTER
EBURY PRESS
(2015)
R$ 20,00



O AMANHÃ A DEUS PERTENCE
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(2006)
R$ 12,38



O PODER SOBRENATURAL DA FÉ
BISPO MACEDO
UNIPRO
(2011)
R$ 5,00



HISTÓRIA RESUMIDA DO DIREITO 8ª EDIÇÃO
RALPH LOPES PINHEIRO
THEX
(2000)
R$ 30,90



BÊNÇÃOS DE PAZ
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER - ESPÍRITO EMMANUEL
GEEM
(2004)
R$ 9,45



O DIA EM QUE OS DEUSES CHEGARAM - 11 DE AGOSTO DE 3114 A.C
ERICH VON DANIKEN
MELHORAMENTOS
(1989)
R$ 17,00



EVOLUÇÃO SOCIAL - V. GORDON CHILDE
V. GORDON CHILDE
ZAHAR
(1961)
R$ 20,00



SE QUISER EXPERIMENTAR DEUS
ANSELM GRÜN
VOZES
(2001)
R$ 15,00



AUTOPERFEIÇÃO COM HATHA YOGA - HERMÓGENES
HERMÓGENES
RECORD
(2017)
R$ 29,90





busca | avançada
17611 visitas/dia
1,0 milhão/mês